Alô, alô, testando!

Estou na sexta semana do meu período sabático e o tédio começou a falar mais alto. Antes eu estava mais distraída com detalhes da mudança, conhecendo a cidade, aprendendo a “tricotar” objetos de lã, vendo TV… Agora que a avalanche passou e o mar está acalmando, me peguei com aquela preguiça perigooooosa de levantar da cama de manhã.

Mas eu decidi vir pra cá determinada a não cair em tentação, ou melhor, em depressão. Não vim desavisada, ingênua, achando que seria tudo um conto de fadas. Sabia que minha distimia seria um desafio. Sabia que eu precisaria me manter ocupada porque minha auto-estima está diretamente ligada à minha competência que por sua vez depende da minha (sensação de) participação produtiva na sociedade. E sabia que precisaria exercitar todo fiapo de criatividade, disciplina e determinação pra fazer isso acontecer.

A questão é que meus pensamentos pesam demais na minha pobre cabecinha. Não me deixam dormir, não me deixam evoluir, não me deixam relaxar. Me paralisam. Tive que achar uma maneira de dar vazão a eles (foram muuuuitos anos de terapia pra dar conta até aqui). O blog me pareceu uma boa opção. Com ele, exercito toda minha verborragia filosófica (já que as mesas de bar com amigos estão loooooooonge), ganho motivos para pesquisar e aprender coisas novas, deixo a família mais tranquila (ou preocupada) acompanhando nossa vida aqui e dou mais passo rumo ao meu nirvana pessoal.

E também, sei lá, gosto de acreditar que tenho algo a dizer que possa ser útil pra outras pessoas.

Descobriremos… 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s